Dia 1 - Pamplona - Saint Jean Pied de Port

By Unknown - 12:35

Ontem finalmente conseguimos pegar nosso vôo.
Por conta das confusões fomos colocados num assento conforto que além da possibilidade de esticar as pernas, de conforto não tinha nada.

Chegando a Madrid fizemos uma conexão onde desembarcamos no pequeno aeroporto de Pamplona sob forte chuva. Não havia qualquer abrigo no local e as mochilas chegaram bem molhadas na esteira.
Retiramos as bagagens porém os bastões de caminhada e o canivete suíço que estavam em uma outra caixa não chegaram ao destino final.
Feita a reclamação na companhia aérea, agora aguardaremos essa caixa em Puente La Reina, onde estaremos em 3 dias.
No aeroporto um taxista pré contratado estava a nossa espera e seguimos viagem até Saint Jean Pied de Port.
A estrada sinuosa acabou com a gente. Até o Mô que não costuma passar mal se viu em maus lençóis. Uma hora e meia que pareceu a eternidade. Sem dúvida a pior parte da viagem. 

No pequeno hotel, La Villa Esponda, reservado com antecedência (por 81 euros o casal),  não havia qualquer pessoa para nos receber. Uma porta entreaberta e um aviso no quadro indicava o local onde deveríamos encontrar a chave do nosso quarto.
Com a senha recebida por e-mail, abrimos uma caixinha e resgatamos a chave.
O prédio muito antigo, com acomodações novinhas, foi um colírio para os olhos.





Saímos para jantar no pequeno centro, um "prato do dia", com carne, batata e vinho, por 29 euros, para os dois.


Depois seguimos até a oficina do peregrino para carimbar nossos passaportes, porém estava fechada. Funciona normalmente das 7:30 as 20 h. A oficina fica dentro da cidade murada, onde encontramos ruas estreitas e casas muiiito antigas.


Saint Jean é uma cidade francesa, na divisa com a Espanha e tradicionalmente escolhida Para o início do caminho Francês a Santiago de Compostela.

Recheada de história (a cidade original foi arrasada em 1177 pelas tropas de Ricardo Coração de Leão após um cerco e refundada em seu local atual pouco depois), cortada por um rio e repleta de construções e árvores centenárias, a pequena vila transporta o peregrino a muitos séculos atrás. Um charme!



Oficina dos peregrinos 
Agora passa das 21h e temos que nos recolher. Amanhã uma longa subida pelos Pirineus nos espera. Serão 26 km até Roncesvales.

<<< Postagem anterior      Próxima postagem >>> 

  • Share:

Você também poderá gostar de:

0 comentários