- Costa Rica

Dia 9 - Monteverde - Tamarindo

12:37renata novaes

Aqui na Costa Rica tudo é dolarizado.
A moeda é o Colon mas todos os estabelecimentos comerciais aceitam a moeda americana a um câmbio de 500 a 550 Colones por dólar. Muitos tem inclusive as duas opções já lançadas no caixa no momento do pagamento.
A gasolina custa mais ou menos o preço do Brasil e as refeições também.
Por US$20 por pessoa come-se um bom prato.
Os hotéis não são baratos. É difícil achar um bom por US$100 para um casal.
Os "Ticos", como são chamados os costarriquenhos, são amistosos e atenciosos, muito parecidos com os brasileiros e adoram uma propina.
Para qualquer coisa pedem proprina: motorista, guia, camareira, etc... Só não pedem propina em restaurantes, porque os 10% já estão discriminados na conta. Ainda bem!!
Dizem que só os estrangeiros pagam as propinas. Os costarriquenhos não.

Depois de uma agradável conversa com a proprietária do hotel Las Orquídeas onde estávamos hospedados, deixamos Monteverde por estradinhas que lembram as Minas Gerais. Muita montanha e muito verde.
A medida que descíamos em direção ao litoral do Pacífico as condições das estradas iam melhorando e o calor aumentando.
Chegamos em Tamarindo perto das duas da tarde com temperatura marcando 32 graus.
A cidade está cheia. Mais uma vez repleta de turistas estrangeiros.
Colocamos nossas malas no quarto da pousada Ten North, que é simples mas bem aconchegante, e seguimos para a praia.
Almoçamos um ceviche e ficamos apreciando a paisagem até o sol se por.






Deixando o hotel Las Orquídeas


A paisagem























Pousada Ten North

















Praia da sogra






Por do sol

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

0 comentários