- Amazônia

Dia 2 - Manaus

20:47renata novaes

Estamos em Manaus. Esta capital possui mais de 2 milhões de habitantes e é a sétima mais populosa do Brasil.
Esperávamos encontrar uma cidade mediana com ruas semi asfaltadas e estrutura precária. Puro engano e ignorância. A cidade é muito bem estruturada com vários shoppings, restaurantes, bairros bonitos e arborizados,  ruas largas de ótimo calçamento. 
A cidade margeia o Rio Negro e foi pra lá que nos dirigimos esta manhã.
Uma van nos pegou no hotel e seguimos para o porto onde pegamos uma lancha que navegou cerca de uma hora e meia até alcançarmos um ponto onde encontraríamos o famoso boto cor-de-rosa.
E não é que o boto estava lá mesmo!
Entramos naquela água quentinha e o guia com peixe na mão atraiu o boto para junto de nós. Uma graça. 
Nos divertimos com suas trapalhadas e com a deliciosa sensação ao tocar aquela pele lisinha e escorregadia.
Ficaríamos ali o resto do dia mas tivemos que seguir com o passeio.
Voltamos ao barco e percorremos mais um pouco do Rio Negro até alcançarmos uma grande oca onde alguns índios estavam nos esperando.
Mais uma vez uma  surpresa. Nativos de algumas tribos vizinhas utilizam aquele  espaço para festas e comemorações.
Com muita simpatia o chefe do grupo se dispôs a falar um pouco da sua cultura e demonstrou algumas danças típicas.
No final convidou a todos para participar da festa. Foi um momento muito especial.
Tiramos muitas fotos e seguimos na embarcação para um almoço flutuante.
Mais uma parada e uma deliciosa comida, simples e caseira estava à nossa espera.
Neste local também pudemos observar a famosa vitória régia. 
Depois do almoço fomos ao encontro do Rio Negro com o Solimões.
O Solimões com sua agua barrenta e densa não se mistura com água escura do Rio Negro.
Esse fenômeno ocorre  em função da diferença de temperatura entre as duas águas e da velocidade das correntezas. A divisão é clara e muito interessante.
Adoramos todo o passeio.
Estamos no período da seca e a temperatura está amena. Mesmo assim a umidade do ar faz com que transpiremos o dia todo.
Retornando ao porto seguimos de van para o nosso hotel. Lá fizemos uma pequena pausa na piscina.
A noite jantamos em um famoso restaurante local.





Porto
Ponte Pensil



Boto

 







Parada para Almoço



Encontro das aguas
<<< Postagem anterior      Próxima postagem >>>

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

0 comentários