- Marrocos

Dia 14 - Lisboa - Albufeira

10:33renata novaes

Logo cedo, perto das 8 da manhã, o Mô foi sozinho devolver a moto. Não houve qualquer contratempo. Como a moto sofreu pequenas avarias com a queda na brita, o funcionário da Hertz Ride informou que a franquia de 2000 euros ficaria bloqueada até que fosse feita uma avaliação do reparo da moto.
Ele também informou que haveria um relatório com todas as peças trocadas e que se o Mô quisesse ficar com elas deveria fazer uma solicitação por e-mail, o que aconteceu no mesmo dia.

Devolvida a moto, o Mô retornou ao hotel para receber o carro. Um brasileirinho foi incumbido de preencher as papeladas, levar a maquininha do cartão para efetuar o débito, explicar o funcionamento do carro, etc.
Devidamente motorizados, deixamos Lisboa debaixo de uma garoa fina, que ia e vinha.
Seguindo a sugestão do dono da Alegria Rent (que nos alugou a scooter) pegamos estradas vicinais até a primeira parada em Alcacer do Sal: Uma pequena cidade muito charmosa, cortada por um rio.
A segunda parada foi Sines, uma cidade de porto, com encostas e uma ciclofaixa  que acompanhava toda a costa. Passamos pelo centro da cidadezinha e continuamos numa estradinha a beira mar até Porto Covo.
A vila, muito graciosa, estava praticamente deserta. Passeamos por suas ruas e compramos algumas frutas que foram o nosso almoço. 
Continuamos a viagem até Mil Fontes, uma vila do município de Odemira. O impressionante nesta vila é o encontro do rio com o mar.
Deixamos a região do Alentejo e entramos em Lagos, já no Algarve, uma cidade bem maior que as anteriores, cortada por um rio. Essa é uma das cidades mais turísticas da região, junto com Portimão, Albufeira e Faro (a maior delas, que possui até aeroporto).
Jantamos romanticamente no alto de uma encosta, com vista para o mar. Tudo muito bom, como todas as refeições feitas por aqui.
Depois do jantar, passeamos pelas ruas estreitíssimas da cidade antiga e percorremos mais 50 km pela auto-estrada até o nosso destino final: Albufeira.
O hotel onde estamos hospedados fica na parte alta da cidade velha e tem vista para o mar.
Chegamos as 22:00 h muito cansados. 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------
Texto inserido em 05/11/2015:

No dia seguinte à devolução da moto, fomos informados que havíamos sido lesados pela Saara Moto Tours e pela Hertz Ride de Lisboa. Foi um aborrecimento inacreditável. Saímos do Brasil para levar golpe em Portugal!

Recebemos a notícia que a Saara Moto Tours não havia repassado o nosso pagamento relativo ao aluguel das motos para a Herts Ride de Lisboa, e os funcionários da Hertz, não informaram sobre o ocorrido na retirada e, em no nosso caso, nem na devolução da moto. 

Segue nossa história:

Para esta viagem contratamos o serviço da Sahara Moto Tours, Rua Antonio Gilberto de Andrade, 47- A- Loja C, Cascais, Portugal, CEP 2750-841, site www.saharamototours.com. Nossa viagem foi comprada com meses de antecedência. Um tour de 10 dias denominado ¨Descobrindo o outro Marrocos¨ cujo pacote incluía transfer, hotéis, jantares e principalmente a locação das motos, tudo pago antecipadamente, via cartão de crédito. 

A viagem teve inicio em 01 de outubro de 2015, com a retirada de cinco motos na locadora Hertz Ride, Rua Castilho 72, Lisboa, Portugal , Telefone: 219 426 300. Recebemos as motos das mãos do Sr. Mario Santos, guia e dono da agencia Sahara Moto Tours, e de dois funcionários da Hertz. 

Quando chegamos à locadora todas as motos já estavam pré agendadas, prontas, preparadas e adesivadas pela Sahara Moto Tours. Causou certo estranhamento o fato da Hertz Ride solicitar o número nosso do cartão de crédito, pois o valor da locação já estaria quitado pela Sahara Moto Tours, porém o funcionário avisou que era somente para a caução de 2000 euros, utilizada unicamente caso houvesse algum prejuízo material na moto. 

Em nenhum momento fomos informados que o valor da locação das motos seria debitado em nosso cartão de credito. O valor da locação também não foi bloqueado no cartão de crédito, como consta do recibo de locação. Assim, não poderíamos imaginar o golpe que iríamos sofrer. 

Quando o Sr. Esdras e o André foram devolver as motos juntamente com o Sr. Mario Santos, na Hertz Ride, em 12 de outubro de 2015, um funcionário informou que os valores do aluguel seriam debitados nos respectivos cartões de crédito (mesmo com o Sr. Mario se comprometendo a resolver o problema), pois a Sahara Moto Tours não havia cumprido a sua parte no acordo comercial, não efetuando o pagamento das motos. 

Diante do ocorrido chegamos à conclusão que fomos induzidos a erro, pois eles não nos informaram que o valor da locação não havia sido repassado pela Sahara Moto Tours e deixaram que retirássemos as motos mesmo assim, sem qualquer menção à necessidade de pagamento dos aluguéis (temos certeza que liberar cinco motos sem qualquer pagamento, não é o padrão Hertz!)

Contestamos os pagamentos junto aos funcionários da Hertz que ficaram de resolver o problema. Passadas três semanas do nosso retorno ao Brasil, e para a nossa surpresa, o problema foi resolvido com o débito feito em nosso cartão de credito!

Achamos a atitude da Hertz imoral, uma vez que esperaram o nosso retorno ao Brasil, quando já não podíamos tomar nenhuma providência em Portugal, para "resolver" o problema. 

Quando vimos os débitos no cartão de credito entramos em contato com a Hertz e estamos aguardando o desfecho, esperando que a Hertz honre os slogans de suas paginas de contato: A Hertz  assume o compromisso de providenciar aos seus clientes o mais alto nível de qualidade de serviço”,  o parceiro oficial da BMW Motorrad e o maior operador de aluguer de motos BMW em Portugal”.
De qualquer forma não recomendamos o serviço da Sahara Moto Tours, ou do seu proprietário Mario Santos, que juntamente com um parceiro brasileiro, a Agência Friends Adventure, parece que já  fez outras vitimas por aqui: http://www.reclameaqui.com.br/12974102/friends-adventure-viagens/ficou-com-o-nosso-dinheiro-nao-devolve-e-nao-prestou-o-servi/)

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Texto inserido em 04/12/2015:

Gostaríamos registrar nossos agradecimentos à Hertz Ride Portugal, que por meio de uma atitude justa e corajosa, admitiu o erro relacionado à cobrança da locação das nossas motos, isentando-nos das custas, buscando providências junto ao Sr. Mario Santos.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

1 comentários