- Marrocos

Dia 10 - Foum Zguid - Marrakech

15:00renata novaes

Deixamos o hotel de Foum Zguid as 8 da manhã.
O dia parecia tranquilo, com temperatura amena e um pouco mais de 300 km para percorrer.
O primeiro trecho da estrada, uns 40 km, era o mesmo da vinda. Embora fosse esburacado, com areia e pedra, os meninos percorreram tranquilamente.
Fizemos uma breve parada para abastecer. 
Como não havia gasolina, seguimos viagem até Ait-Ben-Hadour, um patrimônio tombado em função de sua arquitetura e história.
A estrada deste percurso era terrível, em obras, com milhão de curvas, asfalto ruim, precipícios sem guardrails, um pesadelo. Eu fui na van.
O guia com a Valéria foram bem a frente, enquanto o Fábio resolveu tomar conta do Esdras.
Fez a função de guia, indicando todas as curvas, ultrapassagens e tudo o mais. Foi um filho e um anjo da guarda. O André e o Mo seguiam logo atrás, formando um bloco muito parceiro. Foi muito bacana.
É claro que alguns deles queriam andar mais rápido ou fazer ultrapassagens, mas respeitando o grupo mantiveram-se unidos como uma família. Foi de emocionar!
Bom... Chegando ao patrimônio histórico, passeamos por suas construções e depois almoçamos num lugar muito agradável, em frente a piscina.
Depois do almoço pegamos mais uma estrada de arrepiar os cabelos. 
Os últimos 100 km foram na rodovia principal, também em obras. Além de todos os ingredientes das outras estradas, havia muitas carretas gigantescas, que faziam as curvas em cotovelo como se estivessem na Bandeirantes. São uns motoristas aloprados e pareciam ter raiva das motos.
Quando estávamos a 30 km de Marrakech as motos formaram um bloco, ocupando toda a pista. Mesmo assim os motoristas marroquinos não nos respeitavam. Passavam pela direita, colocavam-se no meio das motos... Um horror.
A Susi chegou ao hotel, depois 12 horas de viagem, aos prantos. Ficou firme na garupa do André, mas desabou quando a viagem acabou.
Os meninos adoraram o passeio mas admitiram que aquelas estradas foram as mais perigosas de suas vidas. 
Eu... Se soubesse, tinha ficado em casa! Sou turista!
Bjs


















Bloco dos motociclistas 



<<< Postagem anterior      Próxima postagem >>> 

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

3 comentários

  1. Mo e Re,

    Estamos por aqui acompanhando mais uma aventura espetacular de vocês.

    Vejam que os lugares bonitos e exoticos são precedidos por algumas estradas também exóticas e ai a técnica para pilotar estas BigTrail tem que ser aplicada...

    Façam um excelente passeio, vamos continuar acompanhando por aqui e na volta vem fazer aquele curso para OffRoad que logo logo você começa a gostar da falta de asfalto...

    Grande abraço para vocês

    ResponderExcluir
  2. Olá Ademir. Saudades de você e da Silvana. Gostar da falta de asfalto pra mim vai ser difícil. Pra Rê então..... Depois dessa experiência ela vai querer uma Van sempre por perto rsrsrs. Abç

    ResponderExcluir
  3. Nossa, mas a agressividade dos motoristas marroquinos é por toda parte ou só nesse lugar?

    O pessoal ta encontrando dificuldade então? Mas depois dessa o difícil vai ficar fácil!

    Lulão

    ResponderExcluir