- Lagos Andinos

Dia 10 - San Martin De Los Andes - Castro

10:17renata novaes

Hoje deixamos a Argentina para passearmos no Chile.
De San Martin de Los Andes até o Paso Cardenal Antonio Samoré são 126 km. 
Nos primeiros 80 km o caminho é o mesmo que vai para Villa La Angostura (o caminho dos Sete Lagos).
Passamos pelos 11 km de rípio novamente e desta vez o trânsito era bem menor.
Foi muito legal repetir tudo. (É o medo do desconhecido que faz o coração acelerar).
Bom...
Seguimos até a aduana Argentina e depois de 40 km, já no Chile, passamos pela aduana Chilena que é muito chata.
Tivemos que abrir todas as nossas bagagens!
O Paso Cardenal Antonio Samoré que cruza a Cordilheira dos Andes fica dentro de um parque nacional. É muito arborizado, verde e lindo!
No caminho paramos para almoçar num hotel restaurante cheio de charme: O Lodge Cantarias. 
Foi a melhor refeição da viagem!
Além da comida ser deliciosa, a vista era fantástica: De um lado o vulcão Osorno e do outro o Lago Puyehue.
Foi um inesperado muito bacana.
Seguimos viagem até alcançarmos a Ruta 5, pedagiada, que corta o Chile de norte a sul. Passamos por 3 pedágios somando  total $1400,00 pesos chilenos.
A paisagem foi sem graça até a balsa.
A travessia foi rapidinha. A balsa estava nos esperando e os 6 km de distância entre a ilha de Chiloé e o continente foram percorridos em meia hora. Custou $6.700,00 pesos.
Desembarcamos na ilha e a paisagem continuou sem graça. Muita fazenda e arbustos baixos numa estradinha reta.
Chegamos a capital de Chiloé, Castro, perto das 6 da tarde.
O hotel onde estamos hospedados é muito bonito. A janela do quarto tem vista para a baía onde podemos ver os pescadores retirarem ostras do mar.
A cidade é pitoresca. Tem gente que vai amar, outras certamente vão odiar.
O turismo por aqui é rescente e a estrutura não está muito bem preparada. Existem hoteis e restaurantes mas a cidade peca na limpeza e conservação das famosas casinhas nas palafitas.
Passeamos pela orla, jantamos num charmoso restaurante chamado Mercadito e retornamos ao hotel.
No caminho... A aventura de hoje...
Fomos rodeados por um bando (ou matilha) de cachorros enormes que latiam insistentemente.
Quando um puxou o meu vestido eu dei um grito que acordou a vizinhança!
O Mô queria sair correndo... Mas acho que ficou com vergonha!
Daí veio alguém e começou a gritar com os cachorros que se afastaram de nós. Ai que medo!
Amanhã tem mais.



Paso
Paso
Paso
Divisa de países

Paso

Parada inesperada para o almoço no Lodge Cantárias
Ceviche
Carpaccio de salmão - dos Deuses!
Salmão com risoto
Vista do restaurante

Jardim do hotel
Vulcão Osorno
Vista da Janela do hotel
Vista do lago
Em direção a balsa
balsa
balsa
vista da balsa


Seguindo para Castro 
Igreja praça central em Castro
Vista do quarto do hotel 
Passeio por Castro:

Lateral do nosso hotel
Nosso hotel
Construções de Castro


Vista da baía

Por do sol


Palafitas
Construindo a casa sobre palafitas


Restaurante Mercadito - muito bom!

<<< Postagem anterior      Próxima postagem >>> 

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

4 comentários

  1. Lindas as paisagens, e eu fiquei aguada com aquele ceviche. Só não entendi o que vc falou sobre o Mô sair correndo dos cachorros? Bem ele que gosta tanto dos bichinhos?
    Estamos viajando junto com vocês e adoramos a referência sobre preferir o "vento na cara" ! Bjs
    Marcia e Fábio

    ResponderExcluir
  2. Mãe, porque vocês não tiraram foto do papai brincando ao lado dos cachorrinhos?

    VaChilo!!!

    lulão.

    ResponderExcluir
  3. da-lhe Chi-chi-chi Le-le-le!!

    A produção de salmão no Chile é enorme... principalmente na região sul!!!
    Esses pratos pareciam sensacionais!!

    bjos!!!

    ResponderExcluir