- Lagos Andinos

Dia 3 - Uruguaiana

20:38renata novaes

Bom...

Hoje o dia foi punk!
Pura adrenalina!
Acordamos cedo e no café da manhâ encontramos com três motociclistas que estavam indo para o mesmo destino que o nosso: Villa Maria na Argentina.
Chovia a cântaros (como diziam nossos avós).
Choveu a noite inteira e a manhã toda.
Colocamos nossa capa de chuva e com a disposição de quem vai encarar uma batalha saimos em direção a aduana Argentina.
Passamos pela ponte do Rio Uruguai e não pudemos tirar uma foto!
Chegamos no lado argentino junto com os três motociclistas do interior de SP.
Paramos... Apresentamos os documentos à fiscalizaçao e em seguida nos dirigimos a aduana.
O rapaz cordialmente pediu o RG...
E aí começou o problema. O Mô simplesmente achou que esse documento não era necessario para a viagem. E claro... Deixou em casa!
E passaportes? Eu não deixei trazer... 
Tínhamos apenas as nossas CNH.
Bom...Não teve acordo...
Tivemos que dar meia volta para Uruguaiana, não sem antes assinar um termo que dizia que estávamos tentando entrar na Argentina com documento inválido!
Enquanto retornávamos pensávamos uma solução para o problema.
Passo 1:
1) Sedex? Pelo menos 2 dias depois da segunda feira.
2) Desistir de tudo? Possibilidade radical!
3) Aeroporto? Foi a primeira opção. Rumamos para o mega aeroporto de Uruguaiana na esperança de encontrar uma solução. Chegando lá um segurança nos informou que não há mais voos comerciais. A única companhia que existia deixou de operar a mais de um ano. Assim, não havia mais nada pra fazer por lá. 
Quando voltávamos para o hotel passamos pela rodoviária.
4) Rodoviária? Fomos ver no que dava. Nos informamos sobre os ônibus que vinham de São Paulo. A  boa noticia é que partiam todos os dias da Rodoviária do Tietê às 19:00 h.
5) Bia... Socorro! Foi a mensagem que mandamos por whatsapp para nossa filha que estava em casa.
Pedimos para que ela levasse nosso documento ao motorista do ônibus que seguiria para Uruguaiana.
Tudo combinado e ela foi para a rodoviária. 
Chegando lá foi informada que hoje não haveria saídas.
Num troca troca desesperado de mensagens chegamos a conclusão que ela deveria enviar os documentos a cidade mais próxima: Santa Maria! Quatrocentos km de distância daqui!
Foi o que ela fez.
Passo 2: 1) Viajar 800 km de moto (ida e volta a Santa Maria) para buscar os RG?
2) Pegar um ônibus e viajar mais  tranquilo?
3) Pedir ajuda aos universitários?
Optamos primeiramente pela 3. Liguei para meu irmão perguntando se havia alguém da lista da VStrom (grupo de motociclistas) que morasse em Santa Maria. Ele respondeu positivo. Em seguida ligou para meu xará Renato  Lopes que se prontificou a nos ajudar: Buscaria os RGs na rodoviária em Santa Maria  e os colocaria no primeiro ônibus que viesse para Uruguaiana.
Resolvido...Ufa! 
O Mo até chorou de tanto stress. 
Cinco meses preparando a viagem, juntando tudo o que era importante e até o desnecessário para no fim esquecer uma coisa dessas! Foi demais!
Até nosso amigo Fábio entrou no rolo e se prontificou a nos ajudar.
Temos certeza que no fim tudo vai dar certo.
Ficaremos mais um dia por aqui. Nem é tão ruim assim.
A cidade tem um centro agitado, com boas opções de restaurantes. A população se reúne na praça principal para tomar um mate e jogar conversa fora. Parece uma festa. Ela também preserva muitos casarões do início do século passado. É bem bacaninha!
Jantamos num restaurante chamado Casarão (e era de fato uma casa muito antiga) e agora voltamos para o merecido descanso.
Amanhã ainda estaremos por aqui.
Bjs
Pesquisando uma solução

Rodoviária de Uruguaiana
Uruguaiana - Museu histórico
Movimentada praça de Uruguaiana

<<< Postagem anterior      Próxima postagem >>> 

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

3 comentários

  1. é amigo , tudo isso faz parte, daqui pra frente só alegria

    ResponderExcluir
  2. Depois que tudo der certo, restarão muitas histórias pra contar...aproveitem!!!

    ResponderExcluir
  3. Ja sabia do ocorrido...mas quis ler com meus próprios olhos.
    No final da tudo certo!!!
    Bjs e boa viagem
    Regina e Mauro

    ResponderExcluir