- Chapada dos Veadeiros

Dia 9 - Jalapão

18:29Renata

O bom dia foi às 7:30 h da manhã.

Saímos de nossa barraca e fomos para o barracão do café.
Um belo e inesperado banquete nos aguardava: frutas, pães frescos, pão de queijo, cereal, leite, bolo, etc.
Uma delícia.
Depois do café a atividade era canoagem.
Cada um em seu caiaque desceria a correnteza do Rio Novo que passa junto do acampamento.
Primeiro umas aulinhas de como conduzir o caiaque.
Em seguida partimos. Uma confusão descoordenada. 
Descemos o rio observando alguns caiaques virarem na água. Inclusive o meu!
Empaquei nas pedras e virei. Posso dizer que a sensação não é muito boa.
Depois que alcançamos o ponto de chegada o guia Mauro desabafou: - Foi o pior grupo de canoagem dos últimos tempos!
Recolheram os caiaques e voltamos de caminhão (monstrengo) para o acampamento.
Nos banhamos no rio e fomos almoçar.
Novamente a refeição estava deliciosa.
Após o almoço descansamos no redário e  quando deu 3 da tarde fomos ver o por do sol nas dunas.
O percurso foi longo, mas valeu a viagem.
Fomos todos descalços por uma trilha de uns 400 metros.
O entardecer estava nublado e fresquinho.
As dunas são alaranjadas, diferente dos Lençóis que tem a areia branquinha.
Naquela "lonjura" encontramos dois motociclistas de Mafra - SC que chegaram com suas motos até Mateiros,
uns 50 km daqui.
Tudo bem que a Honda 1200 não se comportou bem. Quando chegou próxima do destino levou seu dono 3 vezes para o chão, quebrando os baús laterais.
Os guias dizem que essas motos não são para o Jalapão não: - Ninguém fica em pé numa dessas por aqui.
O motociclista agora volta, de caminhão, até o asfalto!
Voltamos do passeio já era noite. 
Quarenta minutos para o banho e depois a janta.
Amanhã o guia já avisou: todo mundo de pé as 6 da manhã!

Acampamento

Nossa barraca


Nos preparando para o caiaque

Nossos caiaques

Caminho para o mirante


Subida para o mirante



Fim do dia!

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

0 comentários