- Nova Zelândia

Dia 6 - Rotorua

07:52renata novaes

Nosso despertador tocou hoje as 7 da manhã!

O Mô contratou um passeio para White Island que saía de Whakatane, uma cidade que fica a 80 km de Rotorua.
Nem tomamos café. 
Trocamos de roupa e saímos correndo para enfrentar outra estrada linda e lenta.
Mal pusemos o pé na rua e ouvi uma pequena e curta sirene que vinha atrás de nós.
O Mô não queria acreditar! 
E eu: " Pára que é a polícia... Você ultrapassou o limite de velocidade!"
Dito e feito...
O policial nos informou que estávamos andando a 72 km por hora numa via cuja velocidade máxima é 60 km/h.(Observação: não havia uma alma na rua além de nós três!)
Pediu documentos, perguntou de onde éramos (mesmo com duas bandeiras do Brasil na moto, uma na frente e outra atrás)  e simpaticamente informou que desta vez era só uma advertência, mas para termos atenção com os limites de velocidade da pista.
O Mô respondeu:  I  have pay attention...But I will have more pay attention...Ok? (Rsrsr)
Pegamos a estrada e eu só pensava nos limites de velocidade!
Chegamos em cima da hora para o nosso passeio.
Era 10 da manhã quando embarcamos com um grupo de turistas em direção a ilha.
A lancha mexia mais que vitamina no liqüidificador!
O Mô teve graves problemas.
Foram quase duas horas de viagem até chegar neste incrível vulcão ainda em atividade.
Com pouco esforço (não tivemos que escalar nenhuma montanha) pudemos observar  de perto a imensa cratera, com inúmeros geisers e um cheiro de enxofre insuportável.
(Parecia uma panela de pressão fedorenta!)
O passeio é todo guiado. O único problema é que, pra variar, não entendemos nada do que o guia falava.
Mas em compensação tivemos bônus track na ida e na volta.
Na ida avistamos muitos golfinhos que pulavam o tempo todo ao lado do barco e na volta... Baleias!
Inacreditável!
O passeio é muito caro mas vale a pena.  (NZ$200 por cabeça!)
Mais duas horas no barco e voltamos ao pier às 4 da tarde.
Retornamos a Rotorua passando novamente por belas paisagens. Paramos no centro para jantar.
 Eu não queria nada doce, apimentado ou com curry, nem batata frita ou hamburger... 
Conclusão: Não jantamos!
Voltamos ao hotel e comemos algo doce, apimentado e com curry!
(Que saudade das caixinhas lá de casa!)
Agora precisamos dormir. Amanhã tem mais!
Bjs
Lago de Rotorua - Meio assustador!
Geiser no hotel

Nossa estrada
  




Pier de onde o barco parte para White Island



Meu café da manhâ: torta de frango apimentada!
No barco... Enquanto o Mô ainda estava bem!
Golfinhos...







Vulcão - White Island








Mineradora desativada 
Voltando para a lancha

Baleias em volta do barco
Caminho de volta



Centro de Rotorua - Rua dos restaurantes
<<< Postagem anterior     Próxima postagem>>>

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

7 comentários

  1. Não entendi direito, o cheiro ruim vinha do vulcão ou do Mo que não estava passando bem?...rsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou gostando bastante da moto. Me parece ideal para o tipo de estrada que há por aqui. Já rodamos mais de 1000 km e acredita que nenhuma vez cheguei nos 120 km/h ?!?!? Quanto ao cheiro de enxofre na região é ideal para pegar uma carona rsrsrs

      Excluir
  2. Fabio Rieser03 janeiro, 2014

    ola amigos , estamos acompanhando só a partir de hoje , estava sem internet no final de ano , ja vi que tiveram um contratempo mas que no final foi até legal.Estamos na torcida aqui e pelo que ja vi a viagem vai ser show de bola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode continuar acompanhando que só está começando. Andar de moto por aqui é espetacular. Abçs. Mo e Re

      Excluir
  3. Hahahahaha a cena da policia deve ter sido hilária, pai porque vc não falou pra ele:

    Policeman, I am two people that play good in motocycle. We estávamos going to the left, to the right, to the behind and não see you que tava coming... We are not de brincation with you cara, we are very good people do Brasil.

    ResponderExcluir
  4. sempre detonando no ingleees!! eiim!! :)

    ResponderExcluir