- Lençóis Maranhenses

Dia 1 - São Luis

19:37renata novaes

Chegamos às 3 da manhã.
Um táxi nos levou do aeroporto para o hotel que fica de frente para a Lagoa da Jansen.
Dormimos algumas horas, levantamos para o café e fomos passear (a pé) até o centro histórico.
Sob um sol de 40 graus caminhamos 6 km até alcançar a Igreja da Sé (aparentemente a principal igreja da cidade).
Por ser segunda-feira todos os museus, casas de cultura e igrejas estavam fechados.
Paramos para almoçar num casarão histórico, em frente a Igreja da Sé, onde funciona o restaurante-escola do Senac.
Um local agradável (com ar condicionado)  onde nos servimos fartamente de um buffet de saladas e pratos quentes, com garçons-alunos sempre atentos e atenciosos. Muito bom! (dica do Tripadvisor - R$ 30,00 por pessoa).
Depois do almoço caminhamos mais um pouco pelas ruas e construções históricas revestidas de azulejos portugueses.
Eu gostei das construções, das ruas e ladeiras! O Mô também!
Passeamos pelo Reviver, com suas lojinhas de artesanato, comida regional, pinga de mandioca, camarão seco e etc. Mas, por causa do calor,  tivemos que encurtar nosso passeio.
Nos dirigimos ao terminal urbano onde  pegamos um ônibus que nos deixou na Praia do Calhau.
Lá encontramos uma praia limpa, urbanizada, com iluminação e calçamento impecável.
Caminhamos de volta até o hotel (pelo menos uns 5 km). 
No percurso um lindo por do sol!
Gostamos muito de São Luis. Construções e ruas históricas como as de Salvador, com uma modernidade que só encontramos em Maceió.
A parte nova da cidade tem prédios de alto luxo, vias amplas e bem calçadas.
Chegando ao hotel, pedimos um lanche e fomos dormir (por pouco tempo!)

Lagoa da Jansen - Vista da Janela do hotel
    

Ponte José Sarney com vista para o cento histórico
Centro histórico
Centro histórico
Igreja da Sé
Restaurante-escola do Senac 
Palácio do Governo



Mercado no Reviver
Praia do Calhau




<<< Postagem anterior: Roteiro Rota das Emoções
 Próxima postagem: Dia 2 - São Luis - Santo Amaro>>>

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

0 comentários