- Ushuaia

Dia 9 - Puerto San Julián - Cerro Sombrero

09:30renata novaes

Parte 1:
Estamos a 550 km do Ushuaia.
Viajamos de 700 a 800 km por dia e isso significa dez horas em cima da moto.
Neste primeiro trecho planejamos duas paradas estratégicas para descanso: Colônia del Sacramento e Puerto Madryn.
Aproveitamos esses dias para conhecer melhor a região.
A gasolina na Argentina não é barata, porém mil quilometros ao sul de Buenos Aires o preço que ficava entre $6,80 a $7,20 o litro passou para $4,70.
Ao sul já não há problemas de abastecimento de gasolina. O que acontece é que em alguns trechos os postos ficam distantes até 250 km do posto anterior.
Achamos a Ruta 3 uma estrada muito boa. Na maior parte do tempo possui pista simples e acostamento de rípio, mas tem pouco movimento e o calçamento está em boas condições.
A preocupação maior fica por conta dos animais que cruzam a pista.
Por enquanto foi uma viagem muito segura, que não podemos chamar exatamente de aventura, a não ser pelas longas distâncias percorridas.
Quanto ao blog queria dizer que as fotos usadas são as que tiramos do IPhone (que embaralha a sequência).
Aliás, todo o blog está sendo escrito pela ferramenta "Blogger" do IPhone. Trouxe o netbook mas nem tirei da mala. Não dá tempo.
Quando voltarmos ao Brasil baixamos as fotos da máquina fotográfica.

Hoje é dia de dois pontos e uma reta. O percurso é curto, 550 km e ficaremos na boca do rípio.
Fizemos uma milagrosa parada para almoço em Puerto Gallegos, no restaurante "Lo de Vicente" ao lado do YPF que paramos para abastecer (e tinha fila).
Falo que a parada foi milagrosa porque sempre almoçamos nas lojas de conveniência do YPF. Já conhecemos todos os sanduíches de lá!
Bom...
Faltam 140 km para terminar o dia de hoje e agora faz um frio de rachar coco!
Temos ainda uma alfândega para fazer.

Parte 2:
A alfândega foi rápida. Em meia hora demos saída da Argentina e entrada no Chile. Tudo no mesmo prédio. Os agentes trabalham lado a lado.
Aí seguimos até o Estreito de Magalhães.
A primeira balsa saiu cheia de caminhões de combustível e não pudemos embarcar.
Só embarcamos depois de quase uma hora.
Chegamos a hosteria Tunkelen (sugestão do nosso amigo Gilson) perto das 8 da noite.
A pousada é muito confortável. Nela encontramos três italianos que estão numa expedição guiada com a Motoaventura.cl.
O Mô gastou todo seu inglês, espanhol e português para se comunicar com os "amiches". Dá-lhe!
Agora vamos jantar e descansar bem para o nosso destino de amanhã: Ushuaia!

Bjs
















Hospedagem:
Hotel: Tunkelen
Valor da diária: CL$40.000,00
Garagem: free

Distância percorrida: 529 Km


<<< Postagem anterior: Dia 8 - Puerto Madryn - Puerto San Julián
 Próxima postagem: Dia 10 - Cerro Sombrero - Ushuaia>>>

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

3 comentários

  1. Que maravilha de viagem!!!
    Devo fazer o mesmo com um amigo e minha esposa em Fevereiro.
    Vão com Deus e continuem nos dando dicas e inspirando!
    Ass: Francisco.

    ResponderExcluir
  2. Show. Estou acompanhando todos os posts. Feliz 2013 e uma excelente viagem.

    ResponderExcluir
  3. Oi Re e Moisés

    Estamos acompanhando e curtindo a viagem de voces! Me fez lembrar de quando fizemos o circuito da Península Valdez, de carro, e como voce disse, balançava o tempo inteiro, o volante flutua, parece solto, a gente vai corrigindo o tempo todo e torcendo pra não dar nada errado!

    Passar o reveillon aí é tudo que alguém pode querer!

    Feliz 2.013 pra voces. (tentei postar a tempo no dia 31, mas o a internet que normalmente é ruim no sítio, dia 31 estava fora do ar total!)

    Boa viagem, bjs e abs
    Honório

    ResponderExcluir